sábado, 2 de setembro de 2017

Cartilha sobre o CIVISMO


O CONSEG CENTRO de Brusque acaba de lançar a sua quarta cartilha conscientizante para uma faixa etária dos 10 aos 12 anos. Na primeira edição, foi tratado sobre SEGURANÇA PÚBLICA (2010), o segundo volume abordou como tema o TRÂNSITO (2014). No terceiro número, foi vez de falar sobre as DROGAS (2016). E agora, na sua quarta edição, a cartilha CONSEG vai citar a importância de incentivar o CIVISMO...
O objetivo deste volume é fortalecer o respeito pela nossa Pátria, e a certeza
de que um país apenas é soberano quando seus habitantes são  justos e honestos, passando pelos seus governantes, mas acima de tudo, começando por NÓS MESMOS!!




Já que as crianças são o futuro do nosso país, então vamos transmitir a elas o conhecimento que vai auxiliar no despertar da consciência de responsabilidade social e pleno exercício da sua cidadania.


A corrupção na política pode estar presente em todos os poderes do governo, como o Legislativo, Judiciário e Executivo.
No entanto, a corrupção não existe apenas na política, mas também nas relações sociais humanas, como uma simples estacionada na vaga do idoso, sem necessidade, por exemplo... ou quem sabe falsificar o carimbo no pulso pra entrar no baile...Pequenas trapaças, atitudes egoístas e descumprimentos da lei são atos de corrupção, assim como os desvios milionários que acontecem em Brasilia.
Sejamos nós mesmos a mudança que o nosso país precisa no resgate dos valores morais e éticos. Quanto mais cidadãos se conscientizarem disso, mais rapidamente o mar de corrupção se transforma em poça d’água.
Faça a sua parte!!!


A Cartilha CONSEG nº 04 "Civismo" será distribuída para cerca de 10.000 estudantes brusquenses, e também para os assinantes da Revista CARTUM.



 O QUE FAZ O CONSEG?

Cada Conselho Comunitário de Segurança define suas prioridades, porém existem alguns objetivos comuns:
- Aproximar e integrar mais a polícia e a população.
- Planejar a ação comunitária e avaliar os resultados.
- Encaminhar coletivamente todas as denúncias.
- Levar diretamente à autoridade superior as reivindicações e as queixas da comunidade.
- Auxiliar no combate às causas da violência e da criminalidade.
- Desenvolver campanhas educativas visando orientar a população.



Nenhum comentário: